Wednesday, January 27, 2010

17 de Janeiro de 2005

A espera foi mais que longa
O sol ariava pelas janelas, como
se de um calor de aconchego fosse
à procura de uma calmaria que não havia.

Os olhares trocavam-se, escondendo
as ansiedades que cresciam
como heras imparáveis,
rastejando as entranhas da alma....

...caramba, tanto tempo!

No comments:

Post a Comment